“Venenos podem ser empregados como uma forma de destruição da vida ou como importantes agentes de tratamento de doenças”
Claude Bernard, 1885

A toxina botulínica ficou mundialmente conhecida pelo nome comercial Botox ®, produzido pela empresa Allergan. No entanto, há outras marcas comercializadas, que são Dysport ®, Prosigne ®, Botulift ® e Xeomin®. É um complexo de proteínas produzidas por uma bactéria. Para fins médicos, a toxina é purificada, congelada e esterilizada.
Na forma pronta para aplicação, é um líquido que é injetado em pequeníssima quantidade no local a ser tratado, ficando quase totalmente imperceptível imediatamente após a aplicação e desaparecendo totalmente nas horas seguintes, podendo, em alguns caso, deixar apenas pequeno hematoma. Age na área de contato entre o nervo e o músculo. Sob ação da toxina, as células nervosas ficam temporariamente impedidas de liberar acetilcolina, que é um mensageiro que dá ordem para que o músculo se contraia. Sem a ação da acetilcolina, o músculo fica relaxado.
A ação não é percebida na hora, isso acontece 2 ou 3 dias depois da aplicação, e os melhores efeitos são alcançados após 15 dias.
A ação do músculo vai se restabelecendo lentamente e, em 1 ou 2 meses, já é possível que se note alguma contração. A contração volta totalmente ao normal entre 4 a 6 meses, quando é possível optar por uma nova aplicação.